domingo, fevereiro 25, 2007

FM066 - Fado Sem Nome (Fernando Maurício)

Fado Sem Nome


Ouvi um fado sem nome, Numa voz entristecida

Não sei porquê recordou-me, O fado da tua vida


Foi na velha Mouraria, Em certa noite distante

Como soluço de amante, Uma guitarra gemia


Desventura, nostalgia, Ciúme, pecado, dor

Saudade, tristeza, amor, Tudo dessa tua voz saía


E quanto um fado podia, Fazer lembrar-me de ti

Uma saudade senti, Doutra saudade morria


Porque esse fado sem nome, Sem adeus na despedida

De tão triste recordou-me, O fado da tua vida


Fado Carlos Damaia 4ªs (Carlos da Maia - Moita Girão)

1 Comments:

Anonymous fadofado said...

amigo se não sabe não escreva ou se está mal acompanhado procure quem sabe esta letra não é o Carlos da maia em 6 mas sim em 4 em sestilhas é por ex boa noite solidão

19:37  

Enviar um comentário

<< Home