quinta-feira, fevereiro 22, 2007

FM058 - Testamento Fadista (Fernando Maurício)

Testamento Fadista


Meus amigos, meus irmãos

Companheiros da aventura

Das minhas noites fadistas


Já não tenho em minhas mãos

Essa lúcida loucura

De lutas e de conquistas



A vida passa a correr

Os anos vão-se somando

E nós seguimos sorrindo


Fingindo não estar a ver

O cabelo branqueando

E a mocidade fugindo



Mas no dia em que partir

Não levo comigo o tormento

Porque não vos deixo sós


Parto com a alma a sorrir

Deixando por testamento

Minha voz pra todos vós


Fado Cigano – (Mário Raínho – D. R.)

1 Comments:

Anonymous Tiago said...

E deixou!

23:33  

Enviar um comentário

<< Home